Categoria: Editais, Inscrições

TRT da 2ª Região está com inscrições abertas do concurso público para juiz substituto

comentários Compartilhe:

TRT2_sede

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, no Estado de São Paulo, está com inscrições abertas de seu novo concurso público. Estão sendo ofertadas 115 vagas para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto com remuneração inicial de R$23.997,18 (vinte e três mil, novecentos e noventa e sete reais e dezoito centavos). Destas vagas, 63 serão destinadas aos inscritos no processo de remoção.

Edital de Abertura

Para concorrer ao cargo o candidato deverá, dentre outros requisitos, ser bacharel em direito com diploma fornecido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e possuir, no mínimo, 3 (três) anos de atividade jurídica comprovada.

Inscrições

As inscrições deverão ser efetuadas pela internet no endereço eletrônico do TRT2 no período das 12 horas do dia 17 de novembro até às 14 horas do dia 16  de dezembro de 2014 (horário de Brasília/DF).

O valor da taxa de inscrição é de R$200,00 (duzentos reais) a qual deverá ser recolhida por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) somente nas agências do Banco do Brasil até a data limite constante na guia.

Provas

O concurso será dividido em 5 (cinco) etapas distintas, distribuídas da seguinte forma:

Primeira etapa – uma prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório, composta de 3 blocos de questões sendo: Bloco Um (Direito Individual e Coletivo do Tribunal Regional do Trabalho – 2ª Região Trabalho, Direito Administrativo e Direito Penal; Bloco Dois (Direito Processual do Trabalho, Direito Constitucional, Direito Civil e Direito da Criança e do Adolescente) e Bloco Três (Direito Processual Civil, Direito Internacional e Comunitário, Direito Previdenciário e Direito Empresarial).

Segunda etapa – duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório sendo: uma prova escrita discursiva que versarão sobre as seguintes matérias: Direito Individual e Coletivo do Trabalho, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual do Trabalho, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Internacional e Comunitário, Direito Previdenciário, Direito Empresarial, Direito da Criança e do Adolescente e Noções Gerais de Direito e Formação Humanística. A segunda prova escrita será a elaboração de uma sentença trabalhista.

Terceira etapa – de caráter eliminatório, com as seguintes fases: sindicância da vida pregressa e investigação social; exame de sanidade física, mental e aptidão psicológica;

Quarta etapa – uma prova oral, de caráter eliminatório e classificatório, englobando: Direito Individual e Coletivo do Trabalho, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual do Trabalho, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Internacional e Comunitário, Direito Previdenciário, Direito Empresarial, Direito da Criança e do Adolescente e Noções Gerais de Direito e Formação Humanística.

Quinta etapa – avaliação de títulos, de caráter classificatório.

A prova objetiva  será composta por 100 questões objetivas, cada uma delas com 5 alternativas, sendo apenas uma correta. Esta prova será realizada em um único dia para todos os candidatos.

Cronograma de Atividades

TRT2_concurso2014_cronograma

O concurso terá validade de 2 anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período a critério do Tribunal.

comentários Compartilhe:
Categoria: Notícias

Comissão aprova projeto que cria vários cargos para o TST

comentários Compartilhe:

tst

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou na quarta-feira (19) o Projeto de Lei 7902/14, que cria 270 cargos de analista judiciário, área judiciária, e 54 cargos em comissão de assessor de ministro, nível CJ-3, no quadro de pessoal do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O relator, deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG), defendeu a aprovação do projeto, concordando com o argumento do TST. Segundo o tribunal, a quantidade de analistas da área judiciária (cargo que tem como requisito de ingresso a graduação em Direito) está distante da ideal – dos 2.125 cargos de provimento efetivo, 18%, ou seja, 382 são da área judiciária.

Sobre a criação dos cargos de assessor de ministro, o presidente do TST, ministro Antonio Levenhagen, afirma que “a atual estrutura funcional dos gabinetes encontra-se carente de pessoal qualificado em Direito para atender ao significativo aumento da demanda processual”.

A proposta prevê a extinção de 117 cargos efetivos de técnico judiciário, de várias áreas, à medida que se tornarem vagos. Segundo Levenhagen, que assina o projeto, “as atividades a eles [técnicos] inerentes tornaram-se obsoletas ou vêm sendo executadas de forma indireta”.

Tramitação

O projeto tramita de forma conclusiva e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

Confiram abaixo a redação do PL 7902/14 na íntegra:

PL7902-14

comentários Compartilhe:
Categoria: Editais

TCE/SP abre concurso público com salários de até R$10.924,72

comentários Compartilhe:

TCE-SP_sede

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) está com inscrições abertas de seu novo concurso público para provimento de 31 cargos de nível médio e superior do quadro da Secretaria do Tribunal. As remunerações são de R$4.277,43 para o cargo de Auxiliar e R$10.924,72 para Agente. A Fundação Vunesp é a organizadora responsável pela realização do certame.

Para acessar o edital de abertura, clique aqui.

TCE-SP_quadro de vagas

Para concorrer ao cargo, o candidato deverá, dentre outros requisitos, possuir diploma de ensino médio para o cargo de Auxiliar, ou, para Agente, curso superior referente à especialidade do cargo pretendido, ambos fornecidos por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Inscrições

As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente via internet no endereço eletrônico da organizadora (www.vunesp.com.br) no período das 10 horas do dia 17 de novembro de 2014 às 16 horas de 23 de janeiro de 2015 (observado o horário de Brasília/DF).

O valor da taxa de inscrição é de R$65,70 (sessenta e cinco reais e setenta centavos) para o cargo de Auxiliar da Fiscalização Financeira II (informática) e R$86,70 (oitenta e seis reais e setenta centavos) para os cargos de Agente da Fiscalização Financeira (ambas as áreas). As taxas deverão ser recolhidas por meio de boleto bancário até a data limite do encerramento das inscrições.

Provas

Será aplicada prova objetiva, em fase única, para os três cargos em concurso, a qual versará sobre as disciplinas constantes no edital e composta por 80 questões objetivas, distribuídas da seguinte forma:

a) 8 (oito) questões de Língua Portuguesa;

b) 4 (quatro) questões de Língua Inglesa;

c) 8 (oito) questões de Raciocínio Lógico-Matemático; e

d) 60 (sessenta) questões de Conhecimentos Específicos.

A prova será aplicada previsivelmente no dia 8 de março de 2015, no período vespertino, para todos os cargos.

Cronograma de Atividades

TCE_SP_concurso_cronograma

O concurso terá validade de 2 (dois) anos contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período uma única vez a critério do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

comentários Compartilhe:
Categoria: Notícias, O concurso em juízo

Atenção! TRF-1 derrubou a liminar que suspendeu o concurso da PF

comentários Compartilhe:

PF3

Boa notícia aos interessados em prestar o concurso da Polícia Federal! O Tribunal Regional Federal (TRF-1) derrubou a liminar que suspendeu o certame no final do mês de outubro após ação proposta pelo Ministério Público Federal junto a 1ª Vara Federal de Uberlândia/MG para garantir o acesso de pessoas portadoras de deficiência física ao cargo. O pedido foi feito no intuito de adequar os testes físicos às necessidades do candidatos que disputam um cargo dentro da reserva de vagas.

Em relação as adequações no edital do novo concurso, a Advocacia-Geral da União (AGU) argumentou que a referida suspensão contraria o entendimento do STF além de ferir o princípio da isonomia. Os procuradores alegaram que, apesar da necessidade das adequações e que isto está garantido no edital, a Administração Pública não poderia sofrer prejuízo quanto ao desempenho dos aprovados no cargo. Segundo a AGU, a adequação do edital seria “inviável, tanto acadêmica como tecnicamente”.

Os argumentos apresentados pela AGU foram acatados até posterior pronunciamento definitivo do colegiado.

O Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe/UnB), divulgou uma nota em seu site no dia 3 de novembro, informando que novas datas do concurso serão definidas e que maiores informações serão comunicadas no dia 28 de novembro.

O cargo exige, dentre outros requisitos, que o candidato possua ensino superior completo com diploma fornecido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O salário é de R$7.887,33, incluindo o auxílio-alimentação no valor de R$373,00.

Para conferir o conteúdo do edital, clique aqui.

Com informações do CorreioWeb

 

comentários Compartilhe:
Categoria: Cursos, Editais

DPE/MT lança concurso público com 109 vagas para nível médio e superior

comentários Compartilhe:

DPE-MT_logo

A Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso (DPE/MT) publicou o edital de abertura de seu novo concurso público para provimento de 109 vagas de nível médio e superior com remunerações que variam entre R$1.566,96 e R$3.917,39, podendo chegar a R$9.553,63 no final da carreira. A Fundação Getúlio Vargas é a organizadora responsável pela realização do certame.

Edital de Abertura

Serão 80 vagas de nível médio para os cargos de assistente, nas áreas administrativa e de gabinete e 29 vagas de nível superior para Analistas, nas especialidades de administrador, advogado, analista de sistemas, arquiteto, assistente social, contador, economista, engenheiro civil, jornalista e psicólogo.

DPE-MT_concurso2014_quadro_vagas

Para concorrer a um dos cargos de nível superior, o candidato deverá possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior referente à área pretendida. Já para os cargos de nível médio, será necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio completo. Ambos fornecidos por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Inscrições

As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente via internet no endereço eletrônico fgvprojetos.fgv.br no período 14h do dia 24 de novembro de 2014 até as 23h59 do dia 05 de janeiro de 2015.

O valor da taxa de inscrição é de R$85,oo (oitenta e cinco reais) para os cargos de nível superior e R$65,00 (sessenta e cinco reais) para nível médio, a qual deverá ser recolhida por meio de boleto bancário, no máximo, até as 23h59 do primeiro dia útil posterior ao encerramento das inscrições.

Provas

A avaliação será realizada por meio da aplicação de uma Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, que versarão sobre as matérias constantes no edital e distribuídas conforme quadros abaixo:

Analista (nível superior): Administrador, Analista de Sistemas, Arquiteto, Assistente Social, Contador, Economista, Engenheiro Civil e Jornalista e Psicólogo

DPE-MT_concurso2014_provas I

Analista (nível superior): Advogado

DPE-MT_concurso2014_provas II

Nível Médio

DPE-MT_concurso2014_provas III

Como se preparar

Como podem perceber, concursos para a Defensoria Pública estão bombando em todo país e, consequentemente, aumentando o público que deseja ingressar na carreira. Além da concorrência acirrada que concursos desta natureza exigem, há um fator importantíssimo e primordial que é o preparo do candidato.

Para auxiliá-los nos estudos, o CERS disponibiliza um curso específico nessa área:

Curso Intensivo para a Defensoria Pública Estadual 2014

Nesse curso, o CERS cursos online escalou uma experiente equipe de professores, formada, em sua maioria, por juízes, membros do Ministério Público, defensores públicos e procuradores, para estudar em profundidade os principais tópicos frequentemente cobrados nos cursos para a Defensoria Pública Estadual 2014 – 1ª fase (prova objetiva). É um curso teórico fundamental para aqueles que desejam exercer a função pública de defensor.

Serão gravados 110 encontros, de aproximadamente 02 horas cada encontro, conforme cronograma abaixo:

Curso_defensoria_cargahoraria

Valor Normal: R$2.035,13 (dois mil, trinta e cinco reais e treze centavos).

Não percam tempo, façam já sua matrícula e bons estudos!!

comentários Compartilhe:
Categoria: Notícias

Proposta visa alterar as regras de ingresso na carreira do MP

comentários Compartilhe:

CNMP_conselho

O conselheiro Jeferson Coelho e o corregedor nacional do Ministério Público, Alessandro Tramujas, apresentaram, durante a 21ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), nesta segunda-feira, 17 de novembro, proposta de resolução que visa alterar o artigo 3º, §§ 3º e 4º, da Resolução nº 14/2006, a qual dispõe sobre regras gerais regulamentares para o concurso de ingresso na carreira do Ministério Público brasileiro.

Atualmente, o parágrafo terceiro do artigo 3º estabelece que não podem integrar a Comissão de Concurso a pessoa que seja ou tenha sido, nos últimos três anos, titular, sócia, dirigente, empregada ou professora de curso destinado a aperfeiçoamento de alunos para fins de aprovação em concurso público.

Já o parágrafo quarto estabelece que “se as vedações a que aludem os parágrafos anteriores inviabilizarem a formação da Comissão, poderão compô-la integrantes de outros Ministérios Públicos”.

O conselheiro e o corregedor destacam no texto da proposta que as referidas normas, como redigidas, têm dificultado a indicação de pessoas para compor as Comissões de Concurso, bem como para organizar a elaboração e aplicação de provas de certames públicos, inviabilizando a participação de membros do Ministério Público que são conhecedores das rotinas e práticas inerentes às atribuições ministeriais.

Para eles, é necessária a redução do prazo contido no atual parágrafo terceiro, bem como a alteração do parágrafo quarto, autorizando: 1) a nomeação de integrantes de outros Ministérios Públicos para participar da elaboração e aplicação das provas; e 2) a formulação de termos de cooperação com fundação ou escola superior de qualquer Ministério Público ou mesmo a contratação de empresa especializada para realização dos referidos certames, observadas neste último caso a Lei de Licitações (Lei nº 8666/93).

De acordo com o Regimento Interno do CNMP, será designado conselheiro para ser relator e aberto o prazo de 30 dias para o recebimento de emendas.

Fonte: CNMP

comentários Compartilhe:
Categoria: Sem categoria

Começa hoje o MAIOR Congresso Jurídico Online do Brasil! Confiram todos os detalhes!

comentários Compartilhe:

foto (3)

Começa hoje o maior Congresso Jurídico Online do Brasil: I Congresso Jurídico Online de Ciências Criminais

A partir das 18:30, horário de Brasília, mais de 50 mil pessoas acompanharão ao vivo, online e GRATUITAMENTE o 1º Congresso Online do Complexo de Ensino Renato Saraiva – CERS.

Esta primeira edição do evento trabalhará, de forma inovadora, temas diversos do direito penal e do direito processual penal, promovendo palestras, debates e entrevistas, fomentando, sempre, a interatividade com os congressistas.

Os palestrantes e conferencistas convidados, combinando novos e consagrados talentos, todos extremamente qualificados, certamente abordarão no mais elevado nível as importantes questões teóricas e práticas dos temas escolhidos.

4

O projeto serve não apenas para acadêmicos, mas também promotores de justiça, delegados de polícia, magistrados, defensores públicos e advogados, dentre outros profissionais ligados direta ou indiretamente à área penal. 

Cliquem AQUI e conheçam a programação.

Cliquem AQUI para se inscreverem e acompanharem todo o Congresso gratuitamente.

O Congresso Jurídico possui carga horária de 20 horas/aulas. O certificado de participação será disponibilizado exclusivamente em formato digital, ao custo de R$ 50,00*, para aqueles que tiverem, no mínimo, 75% de aproveitamento do tempo das palestras. A emissão deverá ser solicitada na área do usuário no site do CERS. O documento será expedido pela Faculdade Baiana de Direito.

comentários Compartilhe:
Categoria: Editais

Dataprev prorroga prazo de inscrições do concurso público para 4.016 vagas

comentários Compartilhe:

dataprev

Os candidatos que ainda não efetuaram a inscrição no concurso público da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), poderão efetuá-la até quinta-feira, dia 21 de novembro de 2014. O Instituto Quadrix, organizadora responsável pela realização do certame, publicou na última segunda-feira (17) uma nota informando a dilação do prazo.

Confiram abaixo:

DATAPREV_comunicado_prazo_inscrições

Para concorrer aos cargos de nível médio, o candidato deverá, dentre outros requisitos, possuir ensino completo, curso técnico na área referente ao cargo pretendido além do registro profissional expedido pelo Ministério do Trabalho.

Para efetuar sua inscrição, clique AQUI

Dataprev abre inscrições de concurso público com 4.016 vagas para ensino médio e superior

Já para os cargos de nível superior, o candidato deverá possuir graduação de ensino superior referente ao cargo pretendido com diploma fornecido por instituição de ensino superior devidamente reconhecida pelo MEC.

A vagas são destinadas à lotação nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Goiânia, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Boa Vista, Macapá, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Aracaju, Salvador, Vitória, Belo Horizonte, Campos Grande, Cuiabá, Belém, Manaus, Maceió, Recife, São Luis, Teresina.

O concurso terá validade de dois anos a contar da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos no horizonte

CNMP confirma a FCC como organizadora de seu novo concurso público

comentários Compartilhe:

cnmp_sede

Após divulgar a criação de mais de 200 cargos de técnicos e analistas, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) confirma a Fundação Carlos Chagas (FCC) como organizadora de seu primeiro concurso público. Apesar de já ter sido escolhida a banca organizadora, o edital de abertura deverá demorar um pouco a ser publicado, entretanto, a expectativa é que seja ainda este ano.

Confiram abaixo o extrato de dispensa de licitação publicado hoje (18) no Diário Oficial da União (DOU):

CNMP_concurso_extrato_dispensa_licitação

O certame será destinado ao provimento de 87 vagas, mais formação de cadastro de reserva, para os cargos de técnicos e analistas com remunerações que vão de R$5.007,82 e R$8.178,06. Os cargos de nível médio/técnico serão designados aos setores de Administração (45) e Segurança Institucional (4). As especialidades criadas recentemente para o cargo de analista foram nas áreas de Direito (18); Arquivologia (1), Comunicação Social (2), Estatística (1), Contabilidade (1), Engenharia Civil (1), Controle Interno (2), Gestão Pública (5), Desenvolvimento de Sistemas (6), e Suporte e Infraestrutura (1).

Com informações da Folha Dirigida

comentários Compartilhe:
Categoria: Editais

SAP/SP lança novo concurso público com 1.593 vagas para agente

comentários Compartilhe:

sap (1)

A Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo (SAP/SP) lançou mais um concurso público, desta vez, com 1.593 vagas para Agente de Escolta (sexo masculino). O certame anterior, lançado recentemente, ofertou 1.140 vagas para Agente de Segurança Penitenciária. A remuneração inicial do cargo é de R$2.791,40. A Fundação Vunesp é a organizadora responsável pela realização do certame.

Edital de Abertura

Para concorrer ao cargo, o candidato deverá ser do sexo masculino, ter idade mínima de 18 anos e possuir certificado de conclusão do ensino médio expedido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

SAP_concurso_2014_agente-escolta_requisitos

A jornada de trabalho é exercida em regime especial de trabalho policial, em escalas que podem ser de 12 horas seguidas de trabalho por 36 horas seguidas de descanso ou 12 horas seguidas de trabalho por 24 horas seguidas de descanso, sendo que a jornada seguinte a esta será de 12 horas seguidas de trabalho por 48 horas seguidas de descanso.

Os vencimentos iniciais do cargo de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária correspondem aos valores fixados para o nível de vencimentos I, acrescidos de gratificação, totalizando R$2.248,14 (dois mil, duzentos e quarenta e oito reais e quatorze centavos) mensais e outras vantagens pecuniárias previstas em lei.

Inscrições

As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente pelo site da organizadora entre o período das 10 horas do dia 24 de novembro de 2014* às 16 horas de 16 de janeiro de 2015

O valor da taxa de inscrição é de R$65,00 (sessenta e cinco reais) e deverá ser recolhida por meio de boleto bancário em qualquer agência de compensação bancária até a data limite do encerramento das inscrições.

*Atenção: No edital de abertura, especificamente no item 3.3, a data de início das inscrições está “24.11.2013″ quando deveria estar “24.11.2014″. Mero erro de digitação mas que pode apontar outras falhas e, futuramente, causar transtornos aos candidatos. Por esta razão é muito importante realizar a leitura do edital com bastante atenção!

Provas

O concurso será dividido em 4 etapas sendo somente a primeira de caráter eliminatório e classificatório e as demais apenas eliminatório.

1ª – Prova Objetiva;

2ª – Prova de Condicionamento Físico;

3ª – Prova de Aptidão Psicológica;

4ª – Comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e na vida privada e Investigação Social.

A prova objetiva será aplicada previsivelmente no dia 1 de março de 2015 no período vespertino e será composta por 50 questões de múltipla escolha, sendo: 25 de Língua Portuguesa, 15 de Matemática, 6 relativas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, ocorridos a partir do 2º semestre de 2014, divulgados na mídia; 3 relativas a noções de Administração Pública e de Informática e 1 relativa à Lei Federal n° 12.527/2011 e ao Decreto n° 58.052/2012.

Os candidatos aprovados na primeira fase, serão convocados por meio de edital a ser publicado pela organizadora, para serem submetidos às fases posteriores.

Conteúdo Programático

Língua Portuguesa – Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância  verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal. Crase.

Matemática – Operações com números reais. Mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum. Razão e proporção. Porcentagem. Regra de três simples e composta. Média aritmética simples e ponderada. Juro simples. Equação do 1.º e 2.º graus. Sistema de equações do 1.º grau. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos. Sistemas de medidas usuais. Noções de geometria: forma, perímetro, área, volume, ângulo, teorema de Pitágoras. Resolução de situações-problema.

Conhecimentos Gerais – 1) Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, ocorridos a partir do 2º semestre de 2014, divulgados na mídia local e/ou nacional. 2) Questões relacionadas à Lei Federal n° 12.527, de 18 de novembro de 2011 e ao Decreto n° 58.052, de 16 de maio de 2012. 3) Noções de Administração Pública e de Informática, nos termos do que dispõe o artigo 29 do Decreto 60.449, de 14.05.2014.

Cronograma de Atividades

SAP_concurso_2014_agente-escolta_cronograma

O concurso terá validade de 2 anos contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período,  a critério da Secretaria da Administração Penitenciária.

comentários Compartilhe: