Categoria: Concursos no horizonte

TRE/PB prepara novo concurso público para técnicos e analistas. Comissão organizadora já foi definida

comentários Compartilhe:

TRE-PB_sede

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE/PB) já iniciou os preparativos de seu novo concurso público para os cargos de técnico e analista judiciários. A comissão organizadora já foi instituída e deverá realizar reuniões com representantes do órgão para tratar de assuntos relativos aos detalhes do certame, tais como quantitativo de vagas, especificação dos cargos, data de publicação do edital, prazo de inscrição, dentre outros.

A comissão será presidida pelo secretário de Gestão de Pessoas, Allan Wilian Lucena de Oliveira e composta por mais três servidores e quatro suplentes do órgão. A reunião que já deveria ter ocorrido, foi adiada para ontem, dia 19, no entanto, até o presente momento nenhuma informação adicional foi divulgada.

Para o presidente do tribunal, o desembargador João Alves da Silva, a criação da comissão organizadora é o pontapé inicial para realização do concurso. A solicitação de vagas já havia sido enviada em 2009 pelo Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal da Paraíba, representante dos servidores do órgão, em razão da defasagem no quadro de pessoal.

No ano de 2013, o órgão confirmou a realização de um novo concurso público para provimento de quatro vagas de preenchimento imediato, divididas entre os cargos de técnico e analista, aumentando ainda mais a expectativa entre os concurseiros por uma nova  seleção, a qual até agora não ocorreu.

 Os subsídios iniciais para os cargos de analista e técnico judiciários são de R$6.551,52 e R$3.993,09, respectivamente.

Último concurso

O último concurso realizado pelo órgão foi em 2007 e teve como organizadora a Fundação Carlos Chagas (FCC). Na oportunidade, foram ofertadas 73 vagas de preenchimento imediato, mais formação do cadastro de reserva, para os cargos de técnicos e analistas, no entanto, até o final da validade do certame em 2011, foram nomeados mais que o dobro dos aprovados em relação às vagas previstas inicialmente. Ao todo, 198 candidatos foram empossados pelo tribunal.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, compostas por sessenta questões de múltipla escolha. Houve ainda a aplicação de uma prova escrita para o cargo de analista judiciário – área administrativa e teste prático para o cargo de técnico judiciário – área de taquigrafia.

Com informações da Folha Dirigida 

comentários Compartilhe:

Posts Relacionados