Categoria: Concursos no horizonte

TRE-PR define organizadora de seu novo concurso público para técnicos e analistas

comentários Compartilhe:

TRE_PR

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) publicou no Diário Oficial a contratação da Fundação Carlos Chagas (FCC) como organizadora responsável pela realização de seu novo concurso público para provimento dos cargos de técnico e analista judiciário. Segundo informações obtidas junto ao órgão, o edital deverá começar a ser elaborado e será publicado até final do mês de dezembro.

Serão ofertadas 10 (dez) vagas, todas destinadas à área de informática, sendo 2 (duas) para o cargo de analista na área de análise de sistemas e 8 (oito) para técnicos, sendo 2 (duas) para área de programação de sistemas e 6 (seis) na área de operação de computadores.

Atualmente, as remunerações dos cargos são de  R$4.947,95 para Técnicos e R$8.119,19 para Analistas, além de auxílio-alimentação no valor de R$751,96 e auxílio-creche de R$594,15 (para servidores com filhos até 6 anos de idade).

Além dos benefícios oferecidos pelo órgão, há ainda plano de carreira para ambos os cargos, as quais contam com a divisão de três classes, sendo A, B e C, com cinco padrões de remuneração nas duas primeiras e três na última. Assim, no caso de um técnico na classe “C” chega a receber R$ 7.429,30 e R$12.189,38 para analistas na mesma condição.

Para concorrer ao cargo de técnico, o candidato deverá, dentre outros requisitos, possuir ensino médio completo e, para o cargo de analista, conclusão de ensino superior na área referente ao cargo. Confiram abaixo:

Analista Judiciário – especialidade em Análise de Sistemas: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Técnico Judiciário – especialidade em Operação de Computadores: certificado, devidamente registrado e expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, de conclusão de curso técnico com ênfase em manutenção e suporte em  informática ou redes de computadores (antigo segundo grau profissionalizante), ou de ensino médio (antigo segundo grau), acrescido 180 horas, devidamente comprovadas, de capacitação na área de operação de computadores, redes de computadores, manutenção de equipamentos de computação, bancos de dados ou sistemas operacionais.

Técnico Judiciário – especialidade em Programação de Sistemas: certificado, devidamente registrado e expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, de conclusão de curso técnico com ênfase em programação de sistemas (antigo segundo grau profissionalizante), ou de ensino médio (antigo segundo grau), acrescido 180 horas, devidamente comprovadas, de cursos na área de programação de sistemas.

Último Concurso

A última seleção, também organizada pela Fundação Carlos Chagas, ocorreu no ano de 2011 para provimento de 2 (duas) vagas, uma para técnico e outra para analista, além de formação do cadastro de reserva nas áreas administrativa, administrativa e apoio especializado. 

O penúltimo concurso foi realizado no ano de 2009 e teve como organizadora o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Na oportunidade, foram oferecidas 29 vagas, além de formação de cadastro de reserva, para os seguintes cargos: Analista Judiciário – especialidade em Análise de Sistemas (8); Analista Judiciário – especialidade em Medicina (1); Técnico Judiciário – especialidade em Operação de Computadores (16); Técnico Judiciário – especialidade em Programação de Sistemas (4).

Com a iminência da publicação do edital de abertura do concurso, quem pretende concorrer a um dos cargos deve, desde já, iniciar o preparo, ou, quem já vem se preparando, intensificar ainda mais os estudos. De acordo com as informações, o edital não deverá demorar a ser lançado, portanto, não percam tempo!

Com informações da jcconcursos

comentários Compartilhe:

Posts Relacionados