Categoria: Concursos no horizonte

TJM/SP prepara novos concursos públicos para diversas carreiras

comentários Compartilhe:

12240010886_e6db331006_b

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJM/SP) deu início aos preparativos para lançamento de novos concursos públicos. O primeiro edital já está sendo elaborado e irá contemplar os cargos de técnicos e analistas, de nível médio e superior, respectivamente, com remunerações iniciais que chegam a R$5,5 mil.

O tribunal estava somente aguardando o governador Geraldo Alckmin sancionar os três últimos projetos de lei complementar que autorizam a realização de novos certames, autorizados pela Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo no dia 2 de março. As novas lei versam sobre a criação, reestruturação e transformação de cargos do tribunal.

A primeira proposta aprovada pela Alesp/SP se refere à Lei Complementar 38/2014 que transforma a carreira de agente administrativo em escrevente técnico judiciário. Segundo o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Renato Nalini, os servidores que ocupam estes cargos poderão ser reenquadrados desde que façam um curso específico.

Atualmente, para o cargo de agente, há 42 vagas existentes das quais 25 estão preenchidas. As ouras 17 vagas deverão ser preenchidas através de um novo concurso público já para a carreira de escrevente. O salário no final de carreira para esta função pode chegar R$4.696,70, por uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para o cargo de Oficial de Justiça, após sancionada pelo governador, o projeto de lei se tornou a Lei complementar nº 1.286 de 20 de abril de 2016. O texto define a escolaridade para ingresso na carreira, que a partir de agora deverá ser de nível superior. No entanto, informações obtidas junto ao setor de recursos humanos do TJM, não há previsão de oferta de vagas para este cargo no próximo concurso.

Para o cargo de técnicos e analistas, um dos projetos prevê a transformação de cargos comissionados em efetivos no quadro de pessoal do tribunal. Entre as funções a serem preenchidas através de concurso existem duas vagas para o cargo de técnico em comunicação e processamento de dados judiciário, uma para técnico em informática judiciário e uma para analista de sistemas judiciário. Para as carreiras de técnico, a exigência é de nível médio, enquanto que para analista, será necessário ter nível superior referente à área de atuação.

De acordo com responsáveis pelo setor de RH, o concurso para estes cargos é a prioridade, dependendo no momento apenas da escolha  da banca organizadora e definição dos detalhes do edital de abertura. O salário inicial para o cargo de técnico é de R$4.496,50, podendo chegar a R$ 5.138,91 no final da carreira. Já para analistas, os vencimentos iniciais são de R$ 5.545,63, podendo chegar a R$6.400,33.

Com informações do Jcconcursos

comentários Compartilhe:

Posts Relacionados