Categoria: Concursos no horizonte

TJM/SP prepara novos concursos públicos para diversas carreiras

comentários Compartilhe:

12240010886_e6db331006_b

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJM/SP) deu início aos preparativos para lançamento de novos concursos públicos. O primeiro edital já está sendo elaborado e irá contemplar os cargos de técnicos e analistas, de nível médio e superior, respectivamente, com remunerações iniciais que chegam a R$5,5 mil.

O tribunal estava somente aguardando o governador Geraldo Alckmin sancionar os três últimos projetos de lei complementar que autorizam a realização de novos certames, autorizados pela Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo no dia 2 de março. As novas lei versam sobre a criação, reestruturação e transformação de cargos do tribunal.

A primeira proposta aprovada pela Alesp/SP se refere à Lei Complementar 38/2014 que transforma a carreira de agente administrativo em escrevente técnico judiciário. Segundo o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Renato Nalini, os servidores que ocupam estes cargos poderão ser reenquadrados desde que façam um curso específico.

Atualmente, para o cargo de agente, há 42 vagas existentes das quais 25 estão preenchidas. As ouras 17 vagas deverão ser preenchidas através de um novo concurso público já para a carreira de escrevente. O salário no final de carreira para esta função pode chegar R$4.696,70, por uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para o cargo de Oficial de Justiça, após sancionada pelo governador, o projeto de lei se tornou a Lei complementar nº 1.286 de 20 de abril de 2016. O texto define a escolaridade para ingresso na carreira, que a partir de agora deverá ser de nível superior. No entanto, informações obtidas junto ao setor de recursos humanos do TJM, não há previsão de oferta de vagas para este cargo no próximo concurso.

Para o cargo de técnicos e analistas, um dos projetos prevê a transformação de cargos comissionados em efetivos no quadro de pessoal do tribunal. Entre as funções a serem preenchidas através de concurso existem duas vagas para o cargo de técnico em comunicação e processamento de dados judiciário, uma para técnico em informática judiciário e uma para analista de sistemas judiciário. Para as carreiras de técnico, a exigência é de nível médio, enquanto que para analista, será necessário ter nível superior referente à área de atuação.

De acordo com responsáveis pelo setor de RH, o concurso para estes cargos é a prioridade, dependendo no momento apenas da escolha  da banca organizadora e definição dos detalhes do edital de abertura. O salário inicial para o cargo de técnico é de R$4.496,50, podendo chegar a R$ 5.138,91 no final da carreira. Já para analistas, os vencimentos iniciais são de R$ 5.545,63, podendo chegar a R$6.400,33.

Com informações do Jcconcursos

comentários Compartilhe:
Categoria: Notícias, Problemas em concursos

STF suspende decisão que determinava nomeação de aprovados no concurso para delegado da PC/CE

comentários Compartilhe:

CBNFOT190420160715

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu as decisões do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE) que obrigava o governo do estado a nomear candidatos do cadastro de reserva para delegado da Polícia Civil do Ceará. De acordo com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, tal medida poderia gerar grave lesão à economia pública além de incentivar outros candidatos a adotar medidas judiciais semelhantes.

Conforme decisão do TJ/CE, o estado teria determinado que 159 candidatos fossem convocados para a última fase do processo seletivo que compreendia o curso de formação. O estado, por sua vez, entrou com recurso junto ao Supremo alegando que o número de candidatos se deu dentro da legalidade, levando em consideração que a legislação permite convocações em turmas e períodos distintos quando não for possível a realização de uma única etapa. Ademais, o governo não tem condições de arcar com as despesas para formação dos 500 candidatos aprovados de uma só vez.

A Procuradoria-Geral da República se manifestou no sentido de defender a suspensão das decisões, uma vez que a referida decisão restringe a liberdade de nomeação que cabe exclusivamente à administração pública.

Na decisão do STF, consta ainda que ainda que surja a necessidade de novas vagas ou que um novo concurso público seja aberto mesmo durante o prazo de validade do anterior, não gera direito à nomeação dos candidatos que compõe o cadastro de reserva, exceto nos casos que houver preterição imotivada e arbitrária da administração pública.

Com informações do Correio Braziliense

comentários Compartilhe:
Categoria: Cursos, Editais, Inscrições

Inscrições para o concurso da PC/PE encerram amanhã. Vejam como se preparar

comentários Compartilhe:

PC-PE_logo

Quem pretende concorrer a uma das 650 vagas ofertadas no concurso público da Polícia Civil do Estado de Pernambuco (PC/PE) deve ficar atento!

As inscrições encerrarão às 23h59m de amanhã, dia 26 de abril de 2016. O órgão está oferecendo vagas para os cargos de Delegado, Escrivão e Agente de polícia. O valor da taxa de inscrição é de R$160,00 para os cargos de agente e escrivão e R$200,00 para delegado.

PC-PE - cocnnurso 2016_ quadro de vagas

Quem ainda não começou a estudar não pode perder tempo. Faltam apenas 48 dias até o dia da prova, no entanto, é possível que o candidato esgote parte das disciplinas cobradas, o que lhe dará grandes chances de obter aprovação. As disciplinas de conhecimentos gerais que merecem atenção nessa reta final é português e informática.

Para a prova de conhecimentos específicos para agentes e escrivães, o ideal é intensificar os estudos nas matérias de noções de constitucional, administrativo, direito penal e processo penal. Já para o cargo de delegado, a prova de conhecimentos específicos versarão sobre medicina Legal, criminologia, direito penal e processo penal, legislação penal e processual penal extravagante; Constitucional , Administrativo, Direito Civil e Empresarial, além de Direito Tributário.

Para auxiliá-los no preparo, o CERS Cursos Online tem dois cursos ideais focados nas disciplinas cobradas pela banca. São dois cursos especiais de REVISÃO TEÓRICA E RESOLUÇÃO DE QUESTÕES dos principais pontos de cada disciplina para os cargos de DELEGADO, AGENTE E ESCRIVÃO DA POLÍCIA CIVIL, a fim de preparar todos aqueles que desejam obter a tão sonhada aprovação.

Confiram abaixo:

DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO 2016 PROJETO UTI DE REVISÃO TEÓRICA E RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DO CEBRASPE-CESPE/UNB

AGENTE E ESCRIVÃO DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO 2016 PROJETO UTI DE REVISÃO TEÓRICA E RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DO CEBRASPE-CESPE/UNB

Não percam tempo e façam já sua matrícula!

Confiram o edital de abertura completo clicando aqui

Para efetuar sua inscrição, clique aqui

Com informações do saodomingosinformado

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos no horizonte

STF confirma novo concurso público para técnicos e analistas

comentários Compartilhe:

STF

Uma ótima oportunidade para quem deseja ingressar na carreira pública!

Segundo informações de fontes ligadas ao Supremo Tribunal Federal (STF), a maior instância do poder judiciário do país, um novo concurso público será realizado para contratação de técnico e analista judiciário em razão da quantidade de vagas que estão abrindo por aposentadorias. Como a vigência do último certame está chegando ao fim, o edital de abertura da nova seleção deverá ser publicado em breve.

Apesar de não haver qualquer informação sobre o quantitativo de vagas para o próximo certame, é certo que muitos candidatos poderão ser convocados no decorrer da vigência do concurso, que costuma contratar um número muito maior de aprovados além das vagas inicialmente ofertadas.

O último concurso foi realizado em 2013 e organizado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Na oportundiade, foram ofertadas 36 vagas para cargos de nível médio e superior, sendo 15 para técnicos e 21 para analistas, com remuneração inicial de R$4.575,16 e R$7.506,55, respectivamente.

Na época, os candidatos foram avaliados através de provas objetivas compostas por 120 questões, sendo 50 de conhecimentos gerais e 70 de conhecimentos específicos abordando as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática, Direito Constitucional, Administrativo, Legislação Específica, e Regimento Interno do STF, de acordo com a função. Para a função de analista judiciário havia ainda questões de língua inglesa.

Com informações da Folha Dirigida

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos, Editais

Funai abre concurso público com 220 vagas para cargos de nível superior

comentários Compartilhe:

funai

Um dos concursos mais esperados para este ano acabou de ser lançado. A Fundação Nacional do Índio (FUNAI) publicou o edital de abertura de seu novo concurso público para cargos de nível superior com salários que variam entre R$5.345,02 e R$6.330,31. Serão ofertadas 220 vagas para os cargos de engenheiro civil, contador, engenheiro agrônomo, engenheiro agrimensor e indigenista especializado. A Escola de Administração Fazendária (Esaf) é a organizadora responsável pela seleção.

Confiram abaixo os requisitos de investidura para cada cargo:

FUNAI_concurso2016_quadro de vagas

Os candidatos aprovados serão lotados em uma das sedes da fundação localizadas nas capitais e interiores, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima.

As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente através do site da organizadora no período de 2 a 16 de maio de 2016. O valor da taxa de inscrição é de R$120,00 para os cargos de engenheiro agrimensor, engenheiro agrônomo e engenheiro civil e R$100,00 para as demais funções.

Os candidatos serão avaliados através de duas fases, que consistirá na aplicação de uma prova objetiva e uma discursiva. Somente os candidatos aprovados na primeira fase serão convocados para a segunda. A prova objetiva será aplicada previsivelmente no dia 7 de agosto de 2016. Já a data da prova discursiva será divulgada através de edital após a primeira fase.

As provas serão aplicadas nas cidades de Rio Branco, Cuiabá, Maceió, Sinop (MT), Manaus, Belém, Tabatinga (AM), Altamira (AM), São Gabriel da Cachoeira (AM), João Pessoa, Macapá, Recife, Salvador, Teresina, Fortaleza, Curitiba, Brasília, Rio de Janeiro, Vitória, Natal, Goiânia, Porto Velho, São Luís, Ji-Paraná (RO), Imperatriz (MA), Boa Vista, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Campo Grande, Aracaju, Dourados (MS), São Paulo e Palmas.

Confiram o edital de abertura completo clicando aqui

Com informações do CorreioWeb

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos, Editais

TRT da 4ª Região abre novo concurso para juiz substituto com salário inicial de R$27 mil

comentários Compartilhe:

trt4r

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região no estado do Rio Grande do Sul abriu um novo concurso público para provimento de 3 vagas, além de formação do cadastro de reserva, para o cargo de juiz substituto com remuneração inicial de R$ 27.500,17. Para concorrer ao cargo, o candidato deverá ser bacharel em Direito e possuir, no mínimo, três anos de atividade jurídica comprovada contados a partir da obtenção do diploma.

As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente pelo endereço eletrônico http://www.trt3.jus.br/ no período entre os dias 25 de abril a 24 de maio de 2016. O valor da taxa de inscrição é de R$190,00, o qual deverá ser recolhido através de GRU – Guia de Recolhimento da União até a data de vencimento constante no documento.

Os candidatos serão avaliados através de cinco etapas da seguinte forma: primeira etapa – uma prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório; segunda etapa – duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório; terceira etapa, de caráter eliminatório, com as seguintes fases: I – inscrição definitiva, II – sindicância da vida pregressa e investigação social, III – exame de sanidade física e mental, IV – exame psicotécnico; quarta etapa – uma prova oral, de caráter eliminatório e classificatório; quinta etapa – avaliação de títulos, sob a responsabilidade da Comissão de Concurso, de caráter classificatório.

Os candidatos nomeados serão convocados para participar do Curso de Formação Inicial que deverá ser realizado em Brasília/DF e organizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT). Após o curso, os novos magistrados atuaram em substituição ou como auxiliares em quaisquer uma das Varas do Trabalho abrangidas pelo TRT.

O concurso terá validade de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez a critério do tribunal.

Confiram o edital de abertura completo clicando aqui

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos no horizonte

Concurso no horizonte: Comissão aprova criação de 616 cargos para o TRT da 3ª Região

comentários Compartilhe:

trt3

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou a criação de 616 cargos efetivos e 24 cargos em comissão no quadro de pessoal do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, sediado em Belo Horizonte (MG). A medida está prevista no Projeto de Lei 514/15, do Tribunal Superior do Trabalho.

O relator, deputado Ademir Camilo (Pros-MG), destacou que a proposta já teve o aval do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). E ressaltou o alerta feito pelo órgão de que, caso o projeto não seja aprovado, o tribunal terá um aumento de cerca de 12% na taxa de congestionamento dos processos. “Trata-se de assegurar à Justiça trabalhista da 3ª região os meios necessários para prestação jurisdicional eficiente, em benefício da população”, argumentou.

Os 616 cargos efetivos criados pela proposta serão divididos entre 330 de analistas judiciários, com remuneração de R$8.863,84; 120 de analistas judiciários – especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, com salário de R$ 10.485,62; e 166 técnicos judiciários, que receberão R$5.425,79. Já os 24 cargos em comissão são de nível CJ-1, equivalentes a R$7.945,86 mensais.

Os cargos serão preenchidos de acordo com o Orçamento do TRT da 3ª Região. No dia 7 de maio de 2015, o tribunal divulgou edital de concurso para cadastro de reserva, com a intenção de preencher os cargos previstos pelo projeto de lei. As provas serão realizadas em julho deste ano e o cronograma prevê a divulgação do resultado final em novembro.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

Confiram abaixo a íntegra da PL 514/2015:

PL-514 2015

comentários Compartilhe:
Categoria: Sem categoria

Grupo que tentou fraudar concurso do TRT da 14ª Região é desarticulado pela PF

comentários Compartilhe:

operação DNA

Uma operação intitulada DNA comandada pelo delegado Marcus Vinícius Pioli Luz, foi deflagrada na manhã de ontem (19) pela Polícia Federal. Ao todo, 18 pessoas suspeitas de integrar uma organização criminosa que tentou fraudar o concurso público do Tribunal regional do Trabalho da 14ª Região foram conduzidas coercitivamente até a Superintendência da Polícia Federal em Porto Velho para prestar esclarecimentos.

Segundo o delegado, o grupo enviava alguns de seus integrantes para realizar a prova, depois furtavam o caderno de provas e levavam para outro grupo resolver as questões. Em seguida, as respostas era repassadas para os candidatos através de vibrações no aparelho celular. A PF diz que não há indícios de participação da banca organizadora.

A suspeita de fraude

As investigações tiveram início após o início da prova quando a PF recebeu denúncias anônimas e logo em seguida prendeu três pessoas suspeitas de particiar da fraude, entre elas, o chefe da organização criminosa que permanece preso.

“No dia prisão foram apreendidos diversos documentos que ligavam essa pessoa, e também a outras, ao concurso do TRT. Essa pessoa havia contratado outras para cada uma arrancar uma página do caderno de prova. Elas estavam fazendo o concurso e tinham a função de subtrair uma das páginas do caderno de prova e levar pra ele, logo na primeira hora de prova, e assim ele teria material suficiente para repassar. E havia um outro grupo para resolver as questões que eram repassadas por celular através de vibrações”, disse o delegado.

De acordo com as investigações, as negociações eram feitas com base em promessas, não havendo provas de que houve movimentação financeira.

“O que ouvimos no dia do concurso com a prisão dos três e hoje, do que já colhemos é que essas pessoas eram contratadas com a promessa de, em um próximo concurso serem beneficiadas com o repasse dessas informações. Mas este cenário ainda pode mudar, pois estamos confrontando informações e colhendo provas”, acrescentou o delegado.

Ao que tudo indica, todas as pessoas conduzidas nesta terça-feira têm algum tipo de envolvimento com o esquema, no entanto, não há como definir no momento qual foi a participação. Há suposições que estas tenham sido contratadas para arrancar as folhas do caderno de provas.

Quanto a banca organizadora, o delegado diz que não há nenhum indício de participação, apesar disso, investigações estão sendo realizadas no intuito de comprovar ou descartar um possível envolvimento.

Com informações do Rondoniagora

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos no horizonte

Governo autoriza abertura de dois concursos com mais de 100 vagas para nível médio e superior

comentários Compartilhe:

gabarito

O governo federal autorizou ontem (18) a realização de concursos para provimento de 78 vagas para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 27 para Instituto Nacional de Câncer – (Inca). Serão ofertadas vagas para nível médio e superior e tem como objetivo substituir trabalho terceirizado. Os dois órgãos têm o prazo de seis meses para publicar os editais de abertura.

Para a Anvisa, haverá oportunidades para o cargo de técnico administrativo com remuneração inicial de R$6.147,52, incluindo auxílio-alimentação no valor de R$458, por uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Já para o Inca serão serão oferecidas 15 vagas para técnico de nível médio ou médio/técnico e as demais distribuídas entre os cargos de, pesquisador, tecnologista e analista que exigem nível superior. As remunerações para estes cargos são de  entre R$3.495,57, R$5.975,71 e R$6.663,58, respectivamente.

Confiram na íntegra as Portarias nº114 e nº115 do Ministério do Planejamento publicadas ontem no Diário Oficial da União (DOU):

PORTARIA No- 114, DE 15 DE ABRIL DE 2016

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência prevista no art. 10 do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009, resolve:

Art. 1º Autorizar a realização de concurso público para o provimento de 78 (setenta e oito) cargos de Técnico Administrativo pertencentes ao Quadro de Pessoal Permanente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, conforme discriminado no Anexo a esta Portaria.

Art. 2º O provimento dos cargos a que se refere o art. 1º dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e está condicionado:

I – à existência de vagas na data da nomeação;

II – à declaração do respectivo ordenador, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados;

III – à substituição dos trabalhadores terceirizados que executam atividades não previstas no Decreto nº 2.271, de 7 de julho de 1997, cujos nomes deverão constar de relação, a ser publicada previamente à nomeação dos candidatos aprovados, de acordo com o disposto no art. 1º da Portaria Interministerial MP/CGU nº 494, de 18 de dezembro de 2009, o que implicará no remanejamento de dotações orçamentárias de ”Outras Despesas Correntes” para “Pessoal e Encargos Sociais”, no montante equivalente ao custo dos cargos providos, até que esta despesa esteja definitivamente incorporada aos limites orçamentários anuais de pessoal e encargos sociais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária; e

IV – à extinção da totalidade dos postos de trabalho terceirizados integrantes da ANVISA, que estão em desacordo com a legislação vigente, obedecendo ao disposto na Cláusula Terceira do Termo de Conciliação Judicial – Processo nº 00810-2006-017-10-00-7. Art. 3º A responsabilidade pela realização do concurso público será do Diretor-Presidente da ANVISA, a quem caberá baixar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outro ato administrativo.

Art. 4º O prazo para publicação de edital de abertura para realização de concurso público será de até seis meses a partir da data de publicação desta Portaria. Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

VALDIR MOYSÉS SIMÃO

PORTARIA No- 115, DE 15 DE ABRIL DE 2016

O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência prevista no art. 10 do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009, resolve:

Art. 1º Autorizar a realização de concurso público para o provimento de 27 (vinte e sete) cargos da Carreira de Ciência e Tecnologia pertencentes ao Quadro de Pessoal Permanente do Ministério da Saúde - MS, que visa atender as necessidades de pessoal do Instituto Nacional de Câncer – INCA, conforme discriminado no Anexo.

Art. 2º O provimento dos cargos a que se refere o art. 1º dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e está condicionado:

I- à existência de vagas na data da nomeação;

II – à declaração do respectivo ordenador, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados;

III – à substituição dos trabalhadores terceirizados que executam atividades não previstas no Decreto nº 2.271, de 7 de julho de 1997, cujos nomes deverão constar de relação, a ser publicada previamente à nomeação dos candidatos aprovados, de acordo com o disposto no art. 1º da Portaria Interministerial MP/CGU nº 494, de 18 de dezembro de 2009, o que implicará no remanejamento de dotações orçamentárias de ”Outras Despesas Correntes” para “Pessoal e Encargos Sociais”, no montante equivalente ao custo dos cargos providos, até que esta despesa esteja definitivamente incorporada aos limites orçamentários anuais de pessoal e encargos sociais do MS; e

IV – à extinção da totalidade dos postos de trabalho terceirizados integrantes do INCA, que estão em desacordo com a legislação vigente, obedecendo ao disposto na Cláusula Terceira do Termo de Conciliação Judicial – Processo nº 00810-2006-017-10-00-7.

Art. 3º A responsabilidade pela realização do concurso público será do Secretário-Executivo do MS, a quem caberá baixar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outro ato administrativo.

Art. 4º O prazo para publicação de edital de abertura para realização de concurso público será de até 6 (seis) meses a partir da data de publicação desta Portaria.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

VALDIR MOYSÉS SIMÃO

Com informações da Folha Dirigida

comentários Compartilhe:
Categoria: Concursos, Editais

MP/SP reabre inscrições de concurso público com 40 vagas para analista

comentários Compartilhe:

MPSP

O Ministério Público do Estado de São Paulo divulgou ontem que as inscrição do concurso público para o cargo de analista técnico científico estão reabertas após um longo período de suspensão. A Fundação Vunesp é a organizadora responsável pela seleção. O salário inicial para o cargo é de R$ 11.167,16.

Ao todo serão 40 vagas para os cargos de arquiteto e urbanista, biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro florestal, engenheiro industrial, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro químico, engenheiro de tráfego, engenheiro avaliador, engenheiro de computação, engenheiro civil, geógrafo, geólogo, pedagogo e médico veterinário.

As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente pelo site da organizadora até o dia 19 de maio de 2016 (observado o horário de Brasília/DF). O valor da taxa de inscrição é de R$160, o qual deverá ser recolhido até o último dia do período de inscrição.

Os candidatos serão avaliados através de uma única fase que consistirá na aplicação de uma prova objetiva e uma prova dissertativa e distribuídas da seguinte forma:

mpsp_cocnurso_analista_2016_provas

As vagas serão destinadas para lotação em diversas macrorregiões com sede em Campinas, Piracicaba, Bauru e Ribeirão Preto.

Confiram o edital de abertura completo clicando aqui

Com informações do Jcconcursos

comentários Compartilhe: