Categoria: Concursos no horizonte

Os pontos INDISPENSÁVEIS sobre o concurso para Agente da Polícia Federal

comentários Compartilhe:

PF3

Há uma grande expectativa quanto ao lançamento do próximo concurso da Polícia Federal, cercado, há meses de várias especulações quanto à data de publicação do seu edital de abertura. De acordo com a Folha Dirigida, em matéria publicada dois dias atrás (29), o edital provavelmente será lançado no mês de agosto, embora o prazo final para sua publicação seja o dia 27 de setembro, conforme extrato de autorização de concurso publicado em 27 de março deste ano:

Extrato autorização concurso PF

De acordo com o extrato, serão ofertadas 600 vagas para o cargo de Agente de Polícia Federal, dependendo ainda de prévia autorização do Ministério do Planejamento, que confirmará o quantitativo exato.

Para concorrer a uma das vagas o candidato deverá, dentre outros requisitos, possuir ensino superior em qualquer área de formação, com diploma expedido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo MEC.

É uma excelente oportunidade para muitos concurseiros, que já estão se preparando há um bom tempo. Aliás, falando nisto, vamos dar uma olhadinha em como foi a concorrência no último concurso para agente, de 2012:

1

A concorrência foi de 215,71 candidatos por vaga, o que não é nada desprezível mas também dentro dos parâmetros para este tipo de concurso. Todos sabem que muitos disputam mas apenas uma minoria efetivamente está no páreo.

Confiram no link abaixo pontos importantes sobre concorrência em concursos públicos:

O concurseiro “saiu o edital”, quem realmente disputa uma vaga e o melhor caminho para se preparar

Muito bem! Feitas estas considerações, vamos ao cargo de Agente de Polícia Federal.

Atribuições do cargo

O policial irá executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica, desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Remuneração

Conforme Tabela de Remuneração dos Servidores Públicos Federais atualizada no mês de junho/2014, a remuneração atual é R$8.416,05 para policiais em início de carreira (terceira classe).

PF_salário

O servidor é remunerado exclusivamente por este subsídio, fixado em parcela única, e não contempla outras gratificações, senão as seguintes parcelas remuneratórias:

1 – Vencimento básico;

2 – Gratificação de Atividade – GAE;

3 – Valores da Gratificação por Operações Especiais – GOE;

4 – Gratificação de atividade Policial Federal;

5 – Gratificação de compensação orgânica;

6 – Gratificação de atividade de risco;

7 – Indenização de habilitação Policial Federal; e

8 – Vantagem pecuniária individual.

Jornada de Trabalho

 A carga horária é de 40 horas semanais em regime de tempo integral e dedicação exclusiva.

CONCURSO 2014

Importante salientar que este novo concurso trará algumas mudanças no que se refere à distribuição de vagas. Este será o primeiro concurso da Polícia Federal que será aplicada a nova lei de cotas raciais (12.990/14) que entrou em vigor dia 9 de junho deste ano. Se forem confirmadas as 600 vagas, 20% serão reservadas para negros e 5% para PNEs.

Confiram o quadro abaixo:

vagas_PF

A reserva de vagas para PNEs no concurso da Polícia Federal causou muita polêmica e ainda é motivo de discussão. O Ministério Público Federal ajuizou uma ação em Uberlância/MG há 12 anos atrás questionando a ausência de reserva de vagas para portadores de necessidades especiais. A justificativa da União de que as atividades exercidas pela Polícia Federal pressupõem o pleno domínio de todas as funções motoras e intelectuais foi acatada pelo juízo de 1ª instância que julgou improcedente a ação.

Após o MPF recorrer da decisão por meio de recurso extraordinário, o STF decidiu que a reserva de vagas deveriam ser contempladas em edital. Segundo a Ministra relatora Carmem Lúcia, é expressa a obrigatoriedade da destinação de vagas em concurso público aos portadores de necessidades especiais, direito este garantido pela Constituição Federal.

Confiram AQUI a decisão na íntegra.

Em relação às cotas raciais, poderá concorrer quem se auto declarar negro ou pardo conforme critérios estabelecidos pelo IBGE. A princípio, isso pode ser um gerador de problemas, vez que, um grande número de pessoas pode ser beneficiado com a promulgação desta lei. Saiba mais clicando no link abaixo:

Entrou em vigor a Lei das Cotas em Concursos Públicos (12.990/14). Confiram o texto integral!

Organizadora

Com o prazo para publicação do edital chegando ao fim, há pressa na escolha da organizadora. Segundo informações da Folha Dirigida, estão sendo avaliadas propostas de quatro instituições, entretanto, o Cespe/Unb, que faz parte deste rol, deverá ser a escolhida já que há 17 vem realizando concursos da Polícia Federal. Apesar dos rumores, a PF mantém tais informações em sigilo.

Lotações

As lotações serão distribuídas por vários estados conforme a necessidade de cada unidade, preferencialmente na região da Amazônia Legal e em áreas de fronteira, o que abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além de Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Provas

Muito bem! Com o edital prestes a ser lançado, suponhamos que ocorra no final do mês de agosto e, tendo como base o edital do concurso anterior que, entre a data de divulgação do edital no 15 de março de 2012 até a data da aplicação da prova, dia 6 de maio de 2012, foram APENAS dois meses, podemos presumir que a prova seja aplicada no decorrer do mês de outubro.

Entretanto, outubro será o mês das eleições, o que provavelmente irá influenciar nas possíveis datas para a realização da primeira fase do certame.

Vejamos:

O primeiro turno das eleições ocorrerá no dia 5 de outubro, em seguida haverá um feriado no domingo subsequente, dia 12. No dia 26 de outubro será realizado o segundo turno das eleições (caso ocorra). Portanto, poderíamos presumir que a única data disponível para aplicação das provas seria no dia 19 de outubro. Todavia, nada impede que esse prazo se estenda para o mês de novembro.

Com base nessas informações, o candidato não precisa esperar o edital ser publicado para iniciar os estudos, podendo, obviamente, se pautar nas matérias constantes no conteúdo programático do último edital.

Vamos então dar uma olhada?

O concurso anterior foi composto por 5 (cinco) fases, sendo as duas primeiras de caráter eliminatório e classificatório e, as demais, somente caráter eliminatório:

1 - Prova objetiva

2 - Prova discursiva

3 – Exame de aptidão física

4 – Exame médico

5 – Avaliação psicológica

No concurso anterior, o candidato foi avaliado por meio de prova objetiva e discursiva de caráter eliminatório e classificatório. A prova objetiva foi composta por 120 questões onde cada item deveria ser julgado apenas como CERTO ou ERRADO. A prova discursiva consistia na elaboração de um texto narrativo, dissertativo e/ou descritivo de no máximo 30 linhas com base em tema formulado pela banca examinadora.

Outro ponto e, não menos importante que as duas primeiras fases, é o teste físico. Muitos (quando digo muitos, quero dizer MUITOS MESMO) dedicam maior parte do preparo nas matérias a serem estudas e se esquecem que, uma vez classificado na avaliação de conhecimentos, vem a avaliação física.

Concursos dessa natureza exigem que o candidato esteja apto fisicamente para realizar os testes físicos que, no caso da Polícia Federal, é PUNK! Já ouvi vários relatos de pessoas que passam na primeira fase e, em seguida, esbarram no teste físico por não ter dado a devida atenção ao preparo físico. É de amargar, não é?!

Fazendo uma estimativa em comparação ao concurso anterior, da data da publicação do edital (15/03) até a convocação dos aprovados para o teste físico (24/06), passaram-se pouco mais de 3 meses. Ou seja, quem pretende ingressar na carreira, mas deixa para treinar a partir da publicação do edital, sinto informar que as chances de classificação são mínimas, a não ser que o candidato tenha um bom preparo físico e uma vida ativa. Ainda assim, o teste exige treino.

Então, se quiser um vaga, mãos e corpo à obra!

Conteúdo Programático

A prova objetiva abordou as seguintes matérias: Língua Portuguesa; Noções de Informática; Atualidades; Raciocínio Lógico; Noções de Administração; Noções de Economia, Noções de Contabilidade; Noções de Direito Penal; Noções de Direito Processual Penal; Noções de Direito Administrativo; Noções de Direito Constitucional e Legislação Especial.

As questões foram distribuídas da seguintes forma:

Matérias_PF

O Cespe/Unb é conhecida como uma das mais importantes organizadoras, sendo responsável por grande parte dos concursos realizados no país e, também, a mais temida pelos concurseiros em razão do padrão de aplicação das provas.

Diferente da maioria das organizadoras, a avaliação do Cespe é feita de forma que a cada questão errada, elimina-se uma correta, alterando o cálculo do resultado final. Sendo assim, quando o examinando não souber a questão, melhor deixá-la em branco. Isso incluí também não ter certeza absoluta. OU sabe, de fato, ou é melhor passar para a próxima.

Segundo justificativas da própria organizadora, este procedimento é eficiente, pois visa selecionar os candidatos com melhor capacidade de análise e interpretação, evitando assim os famosos “chutes”, o que leva a aprovação de um candidato sem condições de exercer o cargo.

Em relação ao conteúdo cobrado na prova objetiva, o Cespe geralmente aborda questões conceituais e doutrinárias. Já nas provas discursivas,a organizadora costuma cobrar e valorizar conhecimentos específicos dos candidatos. Portanto, muito provável que as provas discursivas sejam pautadas nas matérias específicas constantes no conteúdo programático do edital.

Além destas considerações, outro ponto importante são as chamadas “pegadinhas”. Outra característica da organizadora é pegar pela falta de atenção. Sentenças que aparentemente são julgadas corretas pelo candidato, muitas vezes estão incorretas em razão de apenas uma única palavra que muda todo o sentido da frase. Afirmações categóricas do tipo “nunca” ou “sempre” devem ser observadas.

Bibliografia indicada

Estudar envolve, inequivocamente, em ter as melhores obras nas mãos. Isso porque a aprovação depende de uma tríade inseparável: a) material didático de qualidade; b) planejamento e; c) dedicação.

E ter os melhores livros implica em gastar um pouco de dinheiro, ou, melhor dizendo, INVESTIR um pouco do dinheiro com o material apropriado.

Eu indico as seguintes obras:

4

Vade Mecum Penal 2ª edição

4
Legislação Criminal Especial Comentada

4
Manual de Direito Penal – Parte Geral

4
Manual de Direito Penal – Parte Especial

4
Direito Constitucional

4
Manual de Direito Administrativo

4

Português para concursos

Curso preparatório

Não basta só ter os melhores livros: é preciso também estar por dentro das tendências, do que mais tem sido cobrado nesse tipo de concurso e, também, ficar inteirado com o que é mais atual.

Por isso um curso preparatório é fundamental dentro deste processo. E, evidentemente, quem não fez um enfrentará quem fez, e este possivelmente estará melhor posicionado diante da prova.

Pensando nisto, o CERS oferece um curso completo com todas as disciplinas constantes no último edital, de teoria dos principais pontos e de resolução de questões, para deixar o candidato preparado para a prova.

Composto por uma equipe de professores experientes em concursos para a área de polícia, este curso traz todos os conhecimentos necessários tanto teóricos quanto práticos a fim de que você resolva com segurança e facilidade de prova objetiva. É um curso indispensável para quem deseja se preparar para este concurso com antecedência.

CURSO PARA AGENTE DA POLÍCIA FEDERAL 2014 TEORIA E QUESTÕES

Serão gravados 62 encontros, sendo 02 horas por encontro, divididas em blocos com 30 minutos, conforme cronograma* abaixo:

PF_Conteúdo_curso

Valor Normal: R$ 868,05 (oitocentos e sessenta e oito reais e cinco centavos).

Este curso oferece uma série de vantagens que poderá ajudá-lo e muito no desenvolvimento durante o preparo. As aulas serão gravadas exclusivamente para o concurso da Polícia Federal 2014 e, ainda, serão preparados pelos professores dois simulados para testar os conhecimentos dos alunos.

Além disso, quando o edital for publicado, será feita uma complementação de disciplinas/conteúdos que, porventura, não estejam na grade do curso.

Lembrando que o tempo previsto para a publicação do edital gira em torno de um mês.

Até a data de aplicação da prova, comparando-se aos lapsos temporais do concurso anterior, deverá demorar aproximadamente dois meses. Ou seja, são três meses que o candidato terá para estudar ou reforçar os estudos quem já estiver se preparando.

comentários Compartilhe:

Posts Relacionados